segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Escalando a nova seleção

Seleção Treinando Depois de amanhã, dia 10 de Agosto de 2010, na cidade de New Jersey nos EUA, será a primeira partida na nova fase da Seleção Brasileira. Aproveitando esses momentos que restam para o início do jogo, eu como técnico de futebol, decidi fazer um exercício e dentro dos atletas escalados.

Relembrando os atletas escalados:
Escalação de MANO

Lembrando que, com a classificação para a final da Taça Libertadores da América, o Volante Sandro do Internacional de Porto Alegre foi dispensado pela CBF deste primeiro amistoso. Antes de falarmos sobre posicionamento e sobre estilo de jogo que empregaria nesta seleção, temos que ter a consciência de que esta é somente a primeira de muitas convocações desta nova fase no Brasil. É o momento que a nova comissão terá para testar conceitos e atletas, visando os próximos objetivos, principalmente as Olimpíadas de 2012 em Londres, onde deve-se montar uma equipe SUB-23 e tentar a conquista da inédita medalha de ouro olímpica.
Em relação a esta primeira convocação, imagino que o Técnico Mano Menezes e sua comissão técnica, assim como prometido (e como é a característica deste treinador) deverá montar um equipe que jogue impondo o estilo de jogo e busca do domínio da partida. A tradicional ofensividade brasileira também é uma meta, mas até pelos bons trabalhos realizados por esta comissão, sabemos que mesmo focando o ataque, esta equipe buscará um equilíbrio entre defesa e ataque. Portanto, busca-se EQUILÍBRIO e PROTAGONISMO! Nesta primeira convocação eu proporia a Mano Menezes dois esquema táticos para implantar neste novo modelo de jogo. Este dois seriam o 4-2-3-1, sendo o esquema tático base, e o 4-4-2 “Losango” sendo a variação deste esquema tático.

PROPOSTA DE ESQUEMA TÁTICO “BASE”: 4-2-3-1

A equipe titular, como  vista no gráfico acima, é composta por (GL)Victor, (LD)Dani Alves, (ZG)Thiago Silva, (ZG)David Luiz, (LE)André Santos, (VL)Ramirez, (VL)Lucas, (MC)Ganso, (MED)Robinho, (MEE)Neymar e (AT)Alexandre Pato. Atuando no esquema 4-2-3-1, que é um posicionamento que bem treinado e com as funções individuais e setoriais bem definidas fornece um alto equilíbrio ataque-defesa. Com estes jogadores é possível imaginar uma equipe leve e ofensiva e até em razão disso, deve-se regular as subidas para o ataque, de forma alternada, dos laterais e volantes (Que possuem características bem ofensivas).


PROPOSTA DE PRINCIPAL VARIAÇÃO TÁTICA: 4-4-2 “LOSANGO”

A principal variação proposta é a troca do 4-2-3-1, para o 4-4-2 “Losango”, e para isso, faz-se necessário a substituição de um dos ME-Meias Extremos (Robinho ou Neymar) por um outro volante. Na minha preferencia, entraria Hernanes (como 2o Volante atuando do lado esquerdo) em substituição a Robinho. Apesar de aparentemente ser um recuo da equipe, penso que esta impressão pode e deve ser errada, pois neste losango teríamos, além de PH Ganso, três volantes de altíssima qualidade (Ramirez,Lucas e Hernanes), e que revezariam no ataque, deixando a equipe tão ofensiva como na formação anterior. Na proposta de controle e domínio do jogo, é uma opção que deve-se levar em conta, pois neste posicionamento, a chance de dominar o meio campo (com uma qualidade de passe incontestável) é altíssima, armando as bolas necessárias para a dupla de ataque brasileira, que por característica possui alta qualidade técnica e mobilidade.

Esta é a minha proposta! Você concorda? Qual a sua?!?

Adianto que após o jogo farei a análise tática do Brasil, e postarei esta análise o mais rápido possivel!
ABRAÇOS!

Um comentário:

  1. Parabéns Glauber, admiro seus posts e vejo que você terá um futuro brilhante como treinador. Mais uma vez mostrou que entende de táticas e mostrou antes qual seria a escalação da seleção brasileira. Abraços, Gustavo Moreira Falcão - Barbacena MG

    ResponderExcluir