sábado, 14 de agosto de 2010

TOTTENHAM: Primeiras impressões e Perspectivas

TOTTENHAN Muitos não colocam o TOTTENHAM HOTSPUR como uma das principais equipes da Inglaterra, mas seus resultados nas ultimas temporadas são as suas credenciais para entrarem neste grupo. Quanto à temporada 2010/2011 a sua principal credencial foi apresentada no empate de hoje contra o milionário Manchester City, que só não foi goleada pela brilhante e surpreendente atuação de seu jovem goleiro Joe Hart.
Veja os principais lances da partida e a superioridade do Tottenham acessando o link:
SITE DA ESPN BRASIL





ANÁLISE
Tottenham que ficou em quarto lugar na temporada 2009-2010, brigará também por uma vaga na UEFA Champions League 2010-2011 e para isso manteve praticamente todos os atletas (Única saída foi de Gudjohnsen que retornou ao Mônaco após empréstimo). Sua única contratação, e de altíssimo nível na minha opinião, foi o SANDRO (volante do Internacional-RS) que chegará após a decisão da Libertadores e ainda teve o retorno dos atletas que haviam sido emprestados, casos de Robbie Keane (Celtic), Jamie O’Hara (Portsmouth), Giovanni dos Santos (Olympiakos), Hutton (Suderland) e Kyle Naughton (Middlesbrough).
Esta permanência da equipe de uma temporada para outra deu uma grande demonstração de efetividade no empate sem gols de hoje, onde o Tottenham dominou praticamente a partida inteira, muito sólido na defesa e incisivo no ataque. A equipe posicionou-se no sistema 4-4-2 “Em linha”, onde tínhamos duas linhas de quatro muito bem definidas, da seguinte forma:
WC_POSIÇÃO 1

1a Linha (Defesa) composta pelo Lateral Esquerdo (nada ofensivo) EKOTTO, os zagueiros DAWSON e CORLUKA e o Lateral Direito KING (que apóia pouco, mas com muito mais freqüência que Ekotto).
2a Linha (Meio-Campo) formada no lado esquerdo pelo“Wing” BALE, com característica muito ofensiva e um atleta de grande qualidade, o volante MODRIC que além de defender e ajuda na organização das jogadas, o volante HUDDLESTONE com funções altamente defensivas e no lado direito o “Wing” LENNON responsável pelas jogadas de meio campo e pelo lado esquerdo.
3a Linha (Ataque) formado pelo atacante grandalhão e centralizado PETER CROUCH e por DEFOE que atua com grande mobilidade, realizando muitas trocas de posições com Lennon.
Essas trocas de posições são visivelmente treinadas e a partir delas vemos um desenho tático diferente, e ao analisarmos temos a principal variação tática da equipe, que é uma espécie de 4-2-3-1 como ilustrada no gráfico a seguir:
WC_POSIÇÃO 3CROUCH centralizando, DEFOE recuando, LENNON como meia-extrema Direita, BALE como meia-extrema esquerda, MODRIC como o volante que apóia e HUDDLESTONE como o volante marcador do sistema.


Esta é uma equipe que podemos afirmar que possui um padrão tático e grande entrosamento, e encontrou um bom equilíbrio ataque-defesa. Sua defesa é muito compacta, quando está na fase ofensiva as duas linhas de quatro ficam muito próximas, dificultando o ataque adversário. Possui uma transição muito rápida e de qualidade pelos dois lados do campo (BALE e LENNON) e uma organização ofensiva com muita penetração, cobertura ofensiva e Unidade Ofensiva (atacando sempre com 4 ou 5 atletas).




PERSPECTIVAS
As perspectivas são muito boas, conseguir um entrosamento não é tarefa fácil para nenhuma equipe e/ou técnico de futebol e o Tottenham possui o entrosamento de uma temporada inteira com os mesmos atletas e com atletas de bom nível. Atestar que vai ser campeão é muito difícil mas com certeza disputará os torneios deste ano com boas possibilidades. Seu único reforço foi com certeza escolhido a dedo, e muito bem escolhido, pois o volante Sandro dará muita qualidade ao passe da equipe e a marcação, sendo mais um atleta a se juntar à unidade ofensiva da equipe, assim como faz atualmente no Internacional de Porto Alegre. Penso que Sandro entrará no lugar de HUDDLESTONE, assumindo a sua função e acrescentando a qualidade técnica, tornando o Tottenham mais forte ainda. Não posso deixar de comentar o retorno do Mexicano Giovanni dos Santos, agora mais experiente, que será uma boa opção no banco de reservas para uma eventual lesão, suspensão ou queda de rendimento de Bale e Lennon. Uma equipe equilibrada e com grande potencial, que ainda pode se reforçar mais até o final da janela de transferências, e com tudo para fazer uma boa temporada e até ganhar algum dos títulos disputados.



PROPOSTA DE ESCALAÇÃO “IDEAL”Proposta



A única alteração seria a entrada do brasileiro Sandro no lugar de Huddlestone, dando mais dinâmica ao meio campo. Dessa forma, deverá haver um revezamento entre os volantes no apoio ao ataque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário